Entre o Carmelo e o Alverne

Tra il Carmelo e la Verna.jpg

"SÃO FRANCISCO EM MEIO A SUA OBRA",
SANTA TERESA E "O TRABALHO DA ORAÇÃO"

Duas montanhas, o Alverne e o Carmelo, marcam a geografia da alma de Madre Francisca Streitel e moldam a espiritualidade da nova Congregação dedicada à Mãe Dolorosa.
No Alverne, Madre Francisca olha com admiração e estupor «o humilde pai São Francisco», fiel guardião da santa pobreza e amor a Deus, «com os sublimes sinais da vitória» - mãos e pés perfurados por pregos e peito ferido como se por uma lança - o que o torna um imitador fiel de «nosso Deus que carrega os estigmas».

Giotto_San-Francesco_riceve_le_stimmate.

No Alverne, colhe a laboriosidade.
Mas que laboriosidade é essa?
É a laboriosidade do homem evangélico atraído pela cruz e sensível a toda dor. 
Uma laboriosidade que extrai força do seres crucificados com Cristo e, como ele, movidos pela compaixão por toda criatura. Uma laboriosidade que se torna «caridade ativa para com o próximo». Isto é, como ela reitera, «São Francisco em meio a sua obra». E com ele, «a santa mãe Clara».

 

No Carmelo, Madre Francisca atinge a sublimidade da vida contemplativa, que inteligentemente se entrelaça com o trabalho e o apostolado. Olha com devoção filial a Santa Teresa de Ávila, a grande reformadora dos descendentes do profeta Elias, e a São João da Cruz, «homem de coragem e oração». Colhe neles  beleza nova do antigo ideal renovado e entende que a oração e o trabalho, a contemplação e a ação devem ser os dois pulmões pulsantes da nova Obra. Nunca um sem o outro. E um sempre dependente do outro.

Os estigmas de São Francisco (Giotto)

MADRE FRANCISCA TE DIRIA...

Se você encontrasse São Francisco, que ele possa reconhecê-lo imediatamente como seu 'filho', como sua filha, e então ele possa dar-te sua santa bênção paterna, por sua aberta profissão da santa pobreza.  
 
Tenho minha alegria no meu santo fundador. Se ele também está no céu igualmente feliz comigo, não sentirei falta de nada, nem por esta vida nem por toda a eternidade.

Suore_Addolorata_oggi (4)
Suore_Addolorata_oggi (4)

press to zoom
Suore_Addolorata_oggi (1)
Suore_Addolorata_oggi (1)

press to zoom
Suore_Addolorata_oggi (10)
Suore_Addolorata_oggi (10)

press to zoom
Suore_Addolorata_oggi (4)
Suore_Addolorata_oggi (4)

press to zoom
1/14
28-S-Teresa-Avila.jpg

Para as Irmãs da Mãe Dolorosa, ela não quer «uma formação de filhas do Carmelo», isto é, como sublinha em uma carta a pe. Jordan, não as deseja imersas «apenas em uma vida puramente contemplativa», mas exige que sua caridade ativa pelos outros nasça, cresça e amadureça continuamente a partir da oração e sempre retorne à oração, tornando-se intercessão.

REJUVENECER OS IDEAIS E COMPÔ-LOS EM UMA UNICA FORMA

O Alverne e o Carmelo: dois lugares espirituais, portanto, reunidos em uma única forma, em um único ideal, contemplativo e apostólico juntos. «Os valores do Carmelo e do Alverne - escreve Madre Francisca - devem ser compostos em uma única forma», eles devem «se reunir novamente». E reitera isso várias vezes: devemos «unificar e reviver as idéias e princípios de São Francisco e Santa Teresa». 
De fato, é um «Alverne renovado» que aspira, sentindo-se «chamado a rejuvenescer as idéias de São Francisco», enquanto pergunta, com ironia de bom humor: «Quem recolocará o capuz da Ordem dos Franciscanos, ou seja, quem lhes devolverá sua forma original?»

Santa teresa d'Avila

E conclui: «Minha compreensão sobre a nova fundação, mira o fato de que a Santa Regra, assim como São Francisco a concedeu a Santa Clara, deve ser praticada novamente em sua forma original, e a essas, devem ser acrescentadas as normas de Santa Teresa ... é o que minha mente, nas horas de mais profunda intuição, pôde entender como a vontade de Deus». Certamente, essa sua «compreensão» se tornou «uma nova beleza» para a Igreja!

Crocifisso san Francecso.jpg

A AGREGAÇÃO À
TERCEIRA ORDEM REGULAR
DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Historicamente, um selo foi colocado no claro entendimento de Madre Francisca: em 9 de fevereiro de 1904, as Irmãs da Mãe Dolorosa receberam o Diploma de Agregação à Terceira Ordem Regular de São Francisco de Assis. Madre Francisca, de Castel Sant'Elia, em quanto vivia o que definido «o tempo da provação», certamente teve um grande consolo.