Entrada no convento franciscano de "Maria Stern"

"FELIZ" DE VOAR PARA A META DO SEU DESEJO ARDENTE

Em 1866, cinco anos depois de ser chamada «de maneira particular à vida religiosa», Madre Francisca finalmente conseguiu convencer os pais sobre sua vocação religiosa ou, pelo menos, vencer sua resistência. Em 22 de setembro, como observa em seu caderno, ela se despede da família e, três dias depois, em 25 de setembro, obedecendo ao pai que queria escolher pelo menos uma ordem não excessivamente austera, entra nas Irmãs Franciscanas de Maria Stern, em Augsburgo, e em 17 de outubro o postulado inicia. Mais tarde, em 1869, escrevendo para seus pais por ocasião do 25º aniversário de casamento, expressará toda a sua alegria pelo consentimento recebido após anos de dolorosa espera:

«Ninguém ...é mais grata a vocês do que eu. Oh, quão feliz vocês me fizeram quando me deram consentimento para entrar em uma ordem religiosa! Sim, o céu vos abençoará por tudo que fizeram ...» 

A jovem de 22 anos conhecia o Instituto muito bem. Após o ensino fundamental, nos anos de sua adolescência, ela lá estudou até obter o diploma do ensino médio. Agora, entrando para se tornar religiosa,  gostaria de se colocar a serviço dos pobres e dos doentes, mas foi convidada a continuar seus estudos da língua francesa e da música  e depois se dedicar ao ensino. Mais uma vez, negando a si mesma, obedece e, embora sofra internamente, se joga de cabeça no cumprimento das disposições recebidas.

O NOVICIADO E A PROFISSÃO  RELIGIOSA

Em 3 de junho de 1867, Madre Francisca inicia o Noviciado, vestindo o hábito das Irmãs Franciscanas de Maria Stern e assume o nome de Irmã Maria Angela. No entanto, «a velha luta» não cessou, como ela mesma a define. Uma ordem, a devoção e a diligência no Instituto Stern não extinguem seu conflito interno: «Uma Ordem austera combina com você», é o murmúrio do coração que se sente misteriosamente atraído por metas mais altas e estilos de vida ainda mais radicais.

Madre Francesca.jpg

«Após cerca de meio ano, recebi o hábtio e, quando tinha acabado de receber o hábito religioso, a velha luta recomeçou:" Uma ordem austera combina com você ", ainda soava a voz em minha alma. Ninguém testemunhou minha luta; apenas o reitor da catedral, Mons. Allioli, confessor das irmãs de Santa Maria Stern, me permitiu um tipo de vida mais austera e me tranquilizou».

No crisol dessa inquietação e firmemente determinada a buscar e seguir a vontade de Deus, em 8 de junho de 1868  faz seus votos religiosos: «Chegeuei  à Santa Profissão», escreve.

"VOAR"

...juventude bem gasta,

Voe feliz, AMANDO O SENHOR.

VERSO METAS MAIS ALTAS

FRANCISCA STREITEL 

gabbiano.jpg

E VOCÊ?

"Sou feliz!" - diz a jovem Francisca Streitel.

Escolheu uma meta exigente e encontrou forças para alcançá-la.
Um meta, mas também o começo de uma aventura que a levará longe.

O coração, se abre a Cristo, é continuamente atraído por metas mais elevados!

Por que não colocar-se em caminho, ou melhor, voar para grandes altitudes, impulsionado pelo vento do Espírito que coloca dentro de você um grande desejo de Infinito?